COMO ESQUECER A PESSOA QUE AINDA AMO (TEXTO REVISADO E COMPLEMENTADO)

Autor: Anderson Yankee

Email: profyankee@gmail.com

Página Facebook: https://www.facebook.com/anderson.yankee

_________________________________

separação-de-casal

COMO ESQUECER A PESSOA QUE AINDA AMO (Releitura e Complemento)

                No dia 22 de Maio de 2012 eu publiquei aqui no FiloCa um texto com o título de “COMO ESQUECER A PESSOA QUE AINDA AMO”. Este texto até hoje é um sucesso. Raras são as vezes que eu abro a página de comentários do FiloCa e não encontro comentários de pessoas que estão em busca do que o título do texto sugere, isto é, esquecer alguém que ainda cultiva sentimentos fortes em detrimento do fim de um relacionamento.

                Na época em que eu publiquei o texto eu tinha findado recentemente um relacionamento e estava na maior “bad”, estava mal mesmo e me via na necessidade de encontrar um caminho para superar aquela situação. Foi um relacionamento de 4 anos que acabou de maneira trágica. Foi um relacionamento intenso e, como eu era inexperiente com fins de relacionamentos, eu senti bastante, fiquei perdido, fiquei sem chão. Então, na necessidade de encontrar um caminho para sair daquela situação [como já disse], pesquisei bastante sobre o assunto, consultei pessoas que entendiam do assunto, fiz acompanhamento com psicólogo e me dediquei a colocar em prática tudo o que aprendi. Tudo isso foi efetivo para o meu objetivo, que era esquecer a pessoa que eu ainda amava após o fim do relacionamento. O texto “COMO ESQUECER A PESSOA QUE AINDA AMO”, publicado em 2012, reúne diversos elementos que podem ser usados para a tarefa de aliviar a dor do fim do relacionamento e seguir em frente sem a (o) ex, seja namorado, cônjuge.

                Neste texto trarei algumas passagens do publicado em 2012, atualizando-as de acordo com meus novos conhecimentos e, principalmente acrescentar algo que possa ajudar ainda mais. Espero que este texto [considerando o conhecimento que há nele] seja tão útil quanto o primeiro, que ele possa ajudar as pessoas que o lerem tanto quanto o conhecimento que há nele me ajudou e ajudou também a ajudar pessoas próximas a mim. Boa leitura.

________________________________

                O texto de 2012 foi iniciado com a seguinte passagem:

“Todas as pessoas que por um tempo cultivaram sentimentos verdadeiros por alguém, ao ter que se afastar de pessoa pela qual cultivou tais sentimentos acaba sofrendo demasiadamente”.

                Boa notícia pessoal: Isso não é necessariamente verdade. De certo, isso é extremamente comum, mas é opcional. Existe uma frase, da qual eu não conheço o autor, que diz “A dor (do fim) é inevitável, mas sofrer é opcional”. Esta frase é crucial! No texto “Como esquecer a pessoa que ainda amo”, certamente, eu disse que a pessoa que amou alguém no contexto de um relacionamento e este relacionamento chegou ao fim acaba sofrendo, por que eu estava sofrendo e não conseguia enxergar outra opção a não ser sofrer, ficar para baixo, sem rumo, sem chão. Mas você não precisa necessariamente ficar desta maneira. Então, é possível você passar pelo fim de um relacionamento sem sofrer de maneira nenhuma. Obviamente, isso requer de você um esforço grandioso, mas é possível. Como? Basicamente, você deve ser racional [e não agir por impulso] desde o primeiro momento. Por ser racional você deve entender que você deve fazer de tudo o que for saudável para ficar bem, para garantir o seu bem estar. E é justamente sobre isso que o texto trata, do que é necessário para você garantir o seu bem estar de maneira saudável, que possa acrescentar de maneira positiva na sua vida. Vamos adiante…

                Como você está se sentido agora? Vamos contextualizar > O seu relacionamento chegou ao fim faz pouco tempo (ou muito, não importa) e você está se sentindo angustiado com o fim do relacionamento. Você provavelmente quer a pessoa que você se relacionava de volta ou então você está tentando se convencer de que não a quer mais por diversos motivos. É mais ou menos isso como eu imagino a situação e como diversas pessoas relataram e ainda relatam nos comentários do texto de 2012. Bom, você está mal, você sente falta, você está se sentindo sem força, você sente que precisa da outra pessoa para a sua felicidade voltar ou então você não a quer mais, mas não consegue dizer não para ela, pois a vontade de voltar é mais forte. NÃO SE PREOCUPE, ISSO É NORMAL. Como eu disse no texto de 2012, Freud Explica! Você está em um estado de abstinência, você sente falta. Isto acontece porque a pessoa com quem você se relacionou era quem te fazia bem diariamente (mesmo que te fizesse mal em alguns momentos), você estava habituado a ela, ela era como uma droga que você usava diariamente e estava viciado. Pois é, os viciados se sentem como você agora! E como resolver isso? Largando o vício, simples! Você irá se habituar a outras coisas que vão lhe fazer bem.

                Você já percebeu que, para você melhorar, você tem que mudar. Isso é óbvio: se você não está bem na situação atual, mude a situação! COMECE LARGANDO O VÍCIO, principalmente se você está em um relacionamento desgastado por brigas, discussões, agressões e outras coisas que não fazem bem a ninguém. O famoso relacionamento “vai e vem” não faz bem a ninguém. O sentido de um relacionamento é fazer bem aos envolvidos e não deixá-los mal. Se o seu relacionamento chegou em um estágio aonde já se perdeu o respeito e a consideração pelo outro, siga em frente sem isso, você não merece. Basicamente, deixe a pessoa, vai ser melhor para você e para ela, mas principalmente para você (você é a prioridade).

                Você pode estar pensando que ainda ama a outra pessoa e que vale a pena lutar para reatar o que se tinha. Bem, se seu relacionamento está desgastado, não acho que isso seja viável. No texto de 2012 eu afirmei que em um relacionamento desgastado que chegou ao fim “há a vontade, o desejo de ficar bem, mas ninguém mais se sente bem, mesmo existindo o amor”; Bem, não há amor nestes casos, só há posse, egoísmo, vontade de submeter o outro, no máximo vontade de ficar com a outra pessoa para não se sentir mal, mas não necessariamente para fazer bem ao outro.

                Voltando à questão anterior: Como deixar a pessoa? COMO LARGAR O VÍCIO? Ponha um fim no relacionamento de maneira bem clara. Pense que você tem que ficar bem, que você precisa ser feliz e permaneça com esse pensamento. Mantenha o foco e permaneça longe da outra pessoa. Evite ao máximo o contato, seja pessoalmente, por redes sociais, telefone. Se você está muito mal, exclua a pessoa das redes sociais, bloqueie o contato, evite estar perto ou qualquer coisas do tipo que envolva contato com a outra pessoa. Isso é necessário para você se fortalecer. Se você mantém contato com a outra pessoa estará à mercê de ter uma recaída. Se você é viciado, mantenha distância da droga. É difícil manter o controle das suas atitudes e palavras perto da pessoa, em contato com ela, então, para o seu bem fique longe.

                Nesse primeiro momento você está muito vulnerável, pronto para ceder a qualquer momento à tentação de encontrar a pessoa, de conversar, de discutir sobre o antigo relacionamento ou até mesmo de tentar deixar ela mal na esperança de ela ceder a você. Daí surge a necessidade da distância e de deixar bem claro para você mesmo que o que você quer é seguir em frente. Se você não ter em mente que seguindo em frente você irá se sentir melhor, se você não tiver força para seguir e foco para se manter seguindo, este texto e nem nada nesse mundo irá te ajudar. Para seguir em frente é necessário ser racional, focado.

                Ademais, se você ceder e procurar a pessoa só irá se sentir pior. Por outro lado, a outra pessoa se sentirá ótima, principalmente se foi ela quem terminou com você. Quando você procura a outra pessoa, passa para ela a noção de que você é fraco, que você depende dela, que a felicidade sua depende dela, que você não é equilibrado, que não consegue seguir, que você está na pior sem ela. Se por acaso a pessoa reatar com você depois de você ceder, será por pena. Pena não é um sentimento bom, pena é péssimo, pena não traz felicidade. Além disso, você continua em um relacionamento frágil, você continua sem estrutura, você não aprendeu nada com a dor.

                A intenção deste texto, com tudo que ele traz, não é somente ajudar a esquecer a pessoa que você ama, mas sim te fornecer elemento para você se estruturar, ficar mais forte para outros relacionamentos. Não adiantaria você esquecer a pessoa e continuar sendo o mesmo em outros relacionamentos, pois haveria o risco de a história se repetir. Pois bem, como se estruturar?

COMO ESQUECER A PESSOA QUE VOCÊ AMA E SE ESTRUTURAR?

“E em cada tentativa frustrada a dor aumenta e se torna cada vez mais difícil se manter boas relações com o outro, assim como manter a nossa vida com qualidade”.

Você vai cessar este ciclo de tentativas frustradas, isto já foi colocado. Você vai se afastar da pessoa e se manter longe, focado no seu bem estar. Isto é o que importa, o seu bem estar. Se você consegue fazer isso, você já deu o maior passo – ou os dois maiores passos.

[1] Reconheceu que o seu bem estar é mais importante do que um relacionamento frustrado, que só te faz mal.

[2] Se mantém longe da pessoa por que você está decidido a mudar a situação, está decidido a melhorar, está decidido de que você merece ficar bem.

– E você merece mesmo, todo mundo merece.

                Você já percebeu que a sua felicidade não depende de uma pessoa específica, só depende de você. Parafraseando Jean-Paul Sartre, não importa aquilo que fazem com você, o que importa é como você reage ao que te fizeram. Então, o seu bem estar não dependia da pessoa, mas você criou a noção de que dependia. A partir de agora, tenha isso em mente: O seu bem estar não pode depender de alguém você deve estar bem com você primeiramente. Com esta noção você poderá se relacionar com qualquer pessoa sem ficar dependente dela. Decidido assim que o seu bem estar depende de você, vamos ver o que você pode fazer para melhorar o seu estado agora, o que você pode fazer para ficar bem e ao mesmo tempo se desligar da pessoa com quem você tinha um relacionamento.

a) Entenda uma coisa, você não tem necessidade de chamar a atenção dela. Seja o que você fizer, se você fizer pensando na pessoa, você não irá se desligar dela. Você já fez muito por ela dentro do relacionamento e deu no que deu, não continue agora fazendo coisas sozinha pensando na pessoa, como se o motivo de você estar fazendo fosse para ela ver.

b) Fazendo um gancho com este tópico acima, faça com que seus momentos agradáveis que você vivenciar a partir de agora sejam genuinamente agradáveis. Para isto, permaneça centrado no que você está fazendo. Como eu já disse, não faça as coisas pensando no outro, você tem que se concentrar em você. Se estiver em um parque, mantenha seu pensamento no parque. Isto vale para qualquer atividade que você fizer.

c) Fazendo outra vez um gancho com os tópicos acima, exclua sempre a outra pessoa dos seus pensamentos. A cabeça é sua, só permanece nela o que você quiser. Vigie os seus pensamentos e toda vez que o indivíduo aparecer neles, mude de pensamento. É essencial que você pense em uma coisa boa que não tenha nada a ver com a outra pessoa. Com o tempo a sua mente fará isso automaticamente, sem você precisar se esforçar, até o indivíduo ser excluído da sua rede de pensamentos. É normal que no início tudo o que você ver remeter à imagem da outra pessoa, como forma de fazer relação com algo dela, com alguma lembrança. Isso pode ser mudado com uma espécie de reprogramação cerebral. Então, sempre que a imagem da pessoa vier na mente, troque por outro pensamento de algo bom, uma paisagem, você sorrindo, divertindo-se, rico, um objetivo… Mas nada relacionado à outra pessoa que você quer esquecer. Lembre-se: VOCÊ QUER ESQUECÊ-LA!

d) Evite, pelo menos no início, lugares, objetos, cheiros que lembram a outra pessoa. Você não vai precisar fazer isso para sempre, somente em quanto se estrutura, em quanto ganha força para se manter de pé, seguir seu caminho com bem estar. E mesmo assim, se não tiver como evitar lugares, objetos que lembre o outro, você pode anular as lembranças. Sempre que se deparar com algo que lembre o outro, anula a lembrança do pensamento. Quem manda na sua mente é você, quem decide o que você pensa é você. Esforce-se para isso.

e) Converse com você. Isso mesmo. E você não precisar parecer que está louco. Simplesmente você vai dizer para você mesmo, mentalmente, que não precisa lembrar do outro quando a imagem dele vier no pensamento, dirá que já superou certos momentos com a outra pessoa quando eles vierem a mente. Repita estas coisas mentalmente e anula o pensamento do indivíduo ou do momento que teve com ele ou ela.

                >>> Esta foi a primeira fase. Você deve praticar isso diariamente e a todo instante. Esta primeira fase a gente pode chamar de “controlando a mente”. Controle a sua mente e tire o indivíduo de lá, não deixe ele perturbar o seu pensamento.

RESPIRAÇÃO PARA BAIXAR A ANSIEDADE E CONTROLAR O PENSAMENTO

Somado a esta primeira fase, use o modo de respirar correto para baixar a ansiedade:

                – Relaxe o corpo, se quiser pode deitar. Cruze as mãos e coloque em cima do estômago (barriga). Respire fundo pelo nariz, inflando a barriga. Certifique-se de que o ar está inflando a sua barriga, sem se movimentar, sem erguer os ombros. Solte o ar devagar, bem relaxado.

Você pode fazer este exercício de respiração com os olhos fechados. Ao fazer imagine uma cena feliz, uma paisagem bonita e calma, pode também fixar na mente cores alegres (vermelho, amarelo, laranja) ou calmas (verde, azul). A questão é essa, pratique imaginando coisas boas.

Este exercício serve para baixar a ansiedade, que estará presente com você o dia todo. Ele serve também para te ajudar a controlar melhor o seu pensamento. Então, se você se sentir aflito, respire; se você pensar em ceder, respire; se você estiver sendo atormentado por lembranças, respire; se você ver a pessoa, RESPIRE. Você pode respirar desta maneira a qualquer momento e em qualquer lugar: Sempre puxando o ar pelo nariz, inflando a barriga e soltando devagar, com calma. Se seus ombros estiverem levantando, está errado. Só a barriga se meche. Lembre-se de manter a mente em paz (CONTROLE SEU PENSAMENTO).

Ao respirar corretamente, converse consigo mesmo [MAS SEM PARECER UM LOUCO]. Estou falando de você repetir frases em sua mente que te ajudarão a superar a situação. São frases para te fortalecer, manter o seu foco, aumentar sua autoestima. Exemplos:

I. Eu estou bem, eu estou tranquilo, eu estou melhor a cada dia.

II. Eu escolhi ficar bem, eu estou ficando bem, eu estou melhorando.

III. Eu estou evoluindo, eu estou crescendo, eu aprendi coisas boas.

IV. Eu sou forte, eu estou conseguindo superar.

V. Eu quero mais coisas boas, eu quero ficar maia feliz.

VI. Eu adoro sorrir, eu adoro esse estado bom.

                Perceba que todas as frases são positivas e só diz respeito a você, como você está melhorando, como você está crescendo, como está se estruturando. Mesmo que você esteja mal, repita mentalmente estas frases, convença-se da mensagem que elas passam, mesmo que você não acredite que estas coisas estão acontecendo, passe a acreditar repetindo-as.

  • E sorria! Sorrir faz bem, mesmo! Pense em uma coisa boa e sorria sempre que puder. Você não precisa e nem deve ficar angustiado durante este processo.

No início você pode sentir dificuldades para fazer estas coisas (controlar a mente e respirar de maneira correta), mas com o tempo se torna habitual. E quanto mais você pratica, melhor você se sente. Sabe a história lá do início de que você não precisa sofrer, pois bem, com isso você não sofrerá. Você até vai conviver com a dor, mas vai sentir ela diminuindo dia após dia e, consequentemente, você estará se tornando mais forte, mais estruturado.

ATIVIDADES PARA ESQUECER A PESSOA QUE AMA E ESTRUTURAR-SE

                Ademais, não pense que você deve por tudo isso em prática em casa, deitado, isolado. Não! Antes de tudo, saiba que se você ficar isolado em casa, no quarto, sem fazer nada, você irá ter grandes dificuldades para passar por esta fase. Nessa fase você precisa se distrair e sair de casa para fazer coisas agradáveis é essencial. Isso não quer dizer que você deve evitar ficar em casa. Você pode sim ficar em casa, desde que se distraia, desde que faça coisas agradáveis. Listarei algumas atividades que considero essenciais para se distrair neste período.

  1. ATIVIDADES FÍSICAS – Atividades físicas são essenciais neste período. Se você já frequenta academia, continue, senão, seria uma ótima ideia começar. Se você não gosta de academia, não tem tempo ou tem vergonha, procure uma atividade física regular que você goste. É importante que seja praticada de maneira regular. Qual o sentido da atividade física? Em primeiro lugar, gastar energia. Nessa fase (após o fim do relacionamento) é comum que os indivíduos se sintam mais ansiosos, e a ansiedade te deixa “ligadão”, com muita adrenalina circulando, então é importante gastar bastante energia para você não ter dificuldades para dormir, por exemplo.

                Além disso, a atividade física te proporcionará bem estar instantâneo, vai te distrair e ainda vai contribuir para a sua autoestima. Por exemplo, indo para a academia você pode focar em um objetivo e perceber as mudanças no seu corpo; Com isso, você se sentirá bem, mais bonita (o) e isso é maravilhoso, você precisa disso. Se você já frequenta academia, pode mudar de programa de exercícios, focar mais no treino e também perceber estas mudanças. Tudo para você se sentir melhor com você mesma (o).

                Então, gaste energia e dê um UP na sua autoestima.

  1. VIAJE – Saia um pouco da rotina, do lugar que você mora, respire novos ares. Viaje principalmente para lugares que você não conhece, pois só por ser algo diferente vai contribuir para sua mente começar a se habituar com o novo. O que você quer é se desligar o velho, então conhecer novos lugares é uma ótima opção para isso.
  2. CONHEÇA PESSOAS NOVAS – O novo é essencial para a pessoa nesta fase. Agora vamos esclarecer o que significa conhecer pessoas novas: Não estou falando de se relacionar com alguém novo nesta fase, pelo contrário, evite isso, pois você não está com uma estrutura sólida para se envolver com outra pessoa nesse momento. O que estou falando é de socializar, interagir com pessoas novas, ouvir o que elas tem a dizer, divertir-se com elas. Perceba que a sua vida não deve se limitar àquela pessoa com quem você vivia, perceba que você pode se divertir e ficar bem com outras pessoas, não necessariamente em um relacionamento Veja que existe diversas pessoas especiais por aí, até melhores do que aquela pessoa com quem você estava, pessoa esta que estava te fazendo mal.

                Uma observação: Se você se afastou dos seus amigos durante o seu relacionamento, perceba o erro que você cometeu e dê um jeito de reatar as suas amizades. Você precisará de apoio agora e nada melhor que as boas e velhas amizades para estar ao seu lado. Não seja orgulhoso, amizades fazem um bem danado.

  1. FAÇA PROGRAMAS ATRATIVOS – Já que você está conhecendo gente nova, já que tem seus amigos te apoiando, chame eles para sair. Para onde? Cabe a você decidir de acordo com o seu gosto. Saia para lugares animados, legais, que te distraia, que gaste energia, que te divirta. Isto é, lugares atrativos, agradáveis, saudáveis. Vou dar umas dicas:

–> Cinema ou teatro com os amigos, seguido de bate papo na praça de alimentação

–> Para uma balada, show, festa. Vá para dançar, interagir, conhecer gente nova. Evite beber, pois há o risco de ocorrer um exagero na bebida e você acabar cedendo à vontade de ter contato com o outro. Isso pode te deixar muito mal no final.

–> Praia; Olhar o mar é maravilhoso, tomar banho de mar dá a impressão de que tudo de ruim que há dentro de nós está indo embora. Pense nisso enquanto se banha no mar, pense que ele está levando tudo de ruim.

–> Campo; O contato com a natureza é purificador

–> Compras também é uma boa opção, comprar uma roupa nova, um livro interessante, um jogo novo, um acessório. Só tome cuidado para não condicionar o seu bem estar à compras, pois você pode virar um consumista e a felicidade que um objeto novo proporciona passa rápido, não é genuína. Sair às compras com amigos é melhor ainda.

–> Praticar caridade, participar de um projeto social, filantropia; Essa é uma das melhores dicas! Ajudar as pessoas faz um bem sem tamanho para si, você se sente extremamente bem quando ajuda as pessoas. Além disso, você poderá perceber que há pessoas com problemas bem piores que os seus às vezes. Isso, de certa maneira, também ameniza a dor, pois você se sente um pouco egoísta de estar mal por uma questão sentimental, enquanto que há pessoas em uma situação que mal sabem o que é amor, em uma situação permanente de dor, que raramente receberam um pouco de afeto.

             COMO ESQUECER A PESSOA QUE AINDA AMO: RESUMO E CONCLUSÃO

                Esquecer alguém após o fim de um relacionamento não é fácil, mas é necessário. Esse processo de esquecimento não precisa ser penoso. Pode haver e certamente haverá dor, mas não é necessário que haja sofrimento. Sendo racional e focado qualquer pessoa pode superar o fim de um relacionamento com qualidade de vida, bem estar e no menor espaço de tempo possível. Não é de um dia para o outro que se esquece alguém com quem se teve um relacionamento amoroso, mas também não precisa durar uma eternidade.

                O processo para esquecer alguém com quem se teve um relacionamento se dá, basicamente, em três partes indissociáveis: (1) Controlar a mente, vigiar os pensamentos para evitar ser atormentado por lembranças; (2) Respirar para eliminar a ansiedade e facilitar o primeiro passo; (3) Não se isolar, mas sim praticar atividades atrativas, que possibilite o gasto de energia, que eleve a autoestima. Fazendo estas três coisas em conjunto o indivíduo pode facilitar e adiantar o processo de esquecimento da pessoa com quem tinha um relacionamento e, ao mesmo tempo, estruturar-se, fortalecer-se.

                Para este processo ser efetivo, tudo depende do próprio indivíduo que quer esquecer a pessoa com a qual ele teve um relacionamento que chegou ao fim. Só o próprio indivíduo pode fazer isto dar certo, por isso ele deve se manter focado. Ele deve entender que o processo é necessário para ele ficar bem, para ele crescer/evoluir.

                Fecho com uma frase de um pensador que eu admiro:

“Ninguém pode ser chamado para estabelecer o que é necessário para que alguém seja feliz”.

– Ludwig von Mises

______________________________________

~:::~

(Anderson Yankee)

Uma resposta em “COMO ESQUECER A PESSOA QUE AINDA AMO (TEXTO REVISADO E COMPLEMENTADO)

  1. realmente são pontos interessantes, o fim de um relacionamento, é sempre complicado, mas ao terminarmos algo, é sempre bom lembrar que o que estamos procurando esta apenas em nos mesmos.

    parabéns pelo artigo cara.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s