O EGOÍSMO DENTRO DO RELACIONAMENTO AMOROSO: PESSOAS QUE SÓ PENSAM EM SI PRÓPRIAS

egoista

_______________________________

Que as relações amorosas estão banalizadas isso não é novidade e nem é a descoberta do século, digna de um prêmio Nobel. Mas, talvez, quem descobrisse uma maneira de reverter essa situação mereceria uma premiação deste nível. Qualquer um pode perceber esta banalização observando os relacionamentos alheios ou se aventurando a ter um relacionamento amoroso. Apesar disso, é necessário também ter calma para não generalizarmos a situação dizendo que todas as pessoas tendem a banalizar as suas relações amorosas, pois isso equivaleria a dizer que os relacionamentos amorosos em si não são algo apetecível ao ser humano. Podemos sim dizer que esta realidade de os relacionamento estarem sendo banalizados é fruto de um contexto e está ligado a uma maneira primitiva de se comportar.

Pois bem, vamos analisar melhor a questão.

Quando é colocado que a banalização dos relacionamentos em geral se manifesta dentro de um contexto, o que deve se entender é que no período atual em que estamos inseridos certas noções de egoísmo e individualismo (identificando os dois como complementares) são marcantes no comportamento das pessoas em geral, salvo exceções. Porém, vale destacar que o individualismo em si não é algo completamente negativo se considerarmos que ele pode se traduzir como amor próprio, mas em um certo nível ele se torna um egoísmo puro e destrutivo, que acarreta uma série de comportamentos que, inclusive, inibe outros comportamentos que são necessários para se ter um relacionamento amoroso positivo, equilibrado e que acrescente na vida dos envolvidos.

Pois bem, o individualismo que tende ao egoísmo é um comportamento marcante das pessoas na atualidade e este comportamento mantém relações intrínsecas com o fato de as pessoas estarem banalizando as relações amorosas. Como? O indivíduo egoísta, como se sabe, tende a considerar seu ego como o centro do universo, nada é mais importante que ele, tudo deve ser para ele, tudo deve ser em detrimento dele, então lhe falta algo básico para se valorizar um relacionamento, que é o “considerar o outro”. Vejamos em tópicos algumas outras atitudes típicas de uma pessoa egoísta dentro de um relacionamento:

  1. O indivíduo egoísta, em alguns casos, tem dificuldades para pensar na outra pessoa enquanto ser dotado de sentimentos, por isso ele coisifica as pessoas, ou seja, as trata como objetos, ou melhor, usa-as.
  2. O indivíduo egoísta, em outros casos, considera os sentimentos do outro como inferiores. Isto quer dizer que o indivíduo egoísta até pensa nos sentimentos do outro, mas ele prima pelos seus próprios sentimentos, pelo seu próprio bem estar. Como já foi dito acima, tudo é para ele.
  3. O indivíduo egoísta enxerga o outro como meio para atingir os seus determinados fins. Isso é uma consequência lógica do tópico número 1: Se ele não considera o outro enquanto um ser dotado de sentimentos e só ele tem sentimentos ou só os sentimentos dele que importa (como dito no tópico 2), então o outro deve viver em detrimento do bem estar do indivíduo egoísta, ou seja, o outro deve ser o meio ou ferramenta que proporcionará o bem estar, felicidade, momentos agradáveis do tal egoísta.

                Uma consequência deste ponto é que o indivíduo egoísta não se importa em proporcionar o bem estar, felicidade ou momentos agradáveis para o outro – ISSO É ÓBVIO. Porém, há um caso em que essa regra parece não se aplicar, mas é só aparentemente. Falo do caso ou dos casos em que o outro participa do bem estar, felicidade ou momentos agradáveis do indivíduo egoísta. Em um caso como este o indivíduo egoísta faz algo que causará bem estar, felicidade ou momento agradável para si mesmo e como o outro é seu companheiro acaba participando da situação e vivenciando também o bem estar, felicidade ou momento agradável. O ponto crucial nesta questão é que o indivíduo egoísta não criou a situação agradável e que gera bem estar pensando no outro, mas em si próprio. Neste caso, o outro só participa do momento agradável, que gera bem estar e felicidade, por ser acompanhante do indivíduo egoísta; Não houve intenção a priori de fazer bem a este indivíduo acompanhante, mas sim ao próprio indivíduo egoísta.

                Estes três pontos e suas implicações são fundamentais para se entender o modo de proceder de uma pessoa egoísta dentro de um relacionamento. Basicamente, o indivíduo egoísta quer ter seu bem estar conservado dentro do relacionamento, não importando se seu bem estar causa o mal estar do outro. Afinal, para o egoísta, seu ego é o que há de mais importante.

                Diante de tudo o que foi colocado sobre o comportamento do indivíduo egoísta, é compreensível o porquê de ele tender a banalizar um relacionamento amoroso. Afinal, o relacionamento do indivíduo egoísta é unilateral, é com ele mesmo. Um relacionamento é deve ser como um terceiro indivíduo formado da união de dois. Ele é como um terceiro indivíduo porque cada indivíduo possui a sua individualidade e quando estão juntos ou quando tomam decisões que envolvem a vida em conjunto, estas decisões não visam o bem estar e felicidade de cada um separado, mas dos dois como um só indivíduo. Então, com um indivíduo egoísta este terceiro ser – o relacionamento – não existe, pois ele o relacionamento só existe enquanto vontade dos dois. Assim, o egoísta banaliza o relacionamento e até impossibilita ele de existir não dando a ele a importância devida, pois a única coisa de importante para o egoísta é ele mesmo.

                Ademais, por todos estas características, podemos dizer que o indivíduo egoísta é um “ser primitivo”, um indivíduo em estado de natureza. Um ser que age com o instinto básico de conservação do seu bem estar e, por outro lado, com o instinto de fuga das adversidades, das intempéries da vida, ou seja, do que lhe faz mal. Um indivíduo egoísta, pode-se concluir, não atingiu um estado de consciência civilizado.

(Em breve novo post sobre o tema: É possível haver um relacionamento amoroso com uma pessoa egoísta?)

______________________________

~:::~

(Anderson Yankee)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s