#VEMPRARUA – OS BRASILEIROS SE REPRESENTAM

consolidada1606protesto3mauropeimentel

~:::~

Nunca fui de estudar a fundo Filosofia Política, Sociologia de modo geral, aquela parte chata da Geografia política, nem foi um dos meus assuntos preferidos as questões de política, economia e temáticas afins. Mas de uns tempos para cá isso mudou e venho percebendo como é essencial estar por dentro destas temáticas, e não somente estudá-las, mas vivê-las, pois viver em sociedade envolve política, economia e estas outras áreas estudadas pelas ciências sociais. Desde que entrei mais a fundo nestas questões, desde que fui além delas como conteúdo de ensino comecei a me ver como Um em meio a tantos que são parte de uma grande Coisa, essa coisa chamada sociedade e que é movida por algo chamado democracia. E essa democracia é algo feito pelos tantos “Uns” desta sociedade. Cara, é muito louco e legal viver e ter consciência de que vivo nisso, pois percebi que eu tenho possibilidade de fazer as coisas dentro desta Coisa – a sociedade – funcionar de maneira diferente, e o melhor, tenho a possibilidade de fazê-la funcionar de acordo com o que eu quero.
_______________________

É mais ou menos assim que eu imagino o Brasil hoje, como um adolescente, aluno do ensino médio de uma escola pública de uma cidade pequena, que de repente se deparou com uma bela obra na biblioteca da sua escola, ou que ganhou um livro para ler de um professor consciente e que ao ler esta obra começou a ver o mundo de maneira diferente, com olhos mais críticos, com um pensamento mais elaborado, perpassado por uma vontade de criar a sua própria realidade independentemente da vontade de quem quer que seja, senão a sua própria.
Os brasileiros estão se levantando, tirando a sua bunda da frente de TVs que agem como manipuladoras de opinião pública, como alienadoras do pensamento da massa, como um meio de atrofiar o pensamento das pessoas que em sua maioria são das classes mais baixas da sociedade. Diariamente olho nas redes sociais e vejo pessoas compartilhando imagens, videos, mensagens de apoio às mobilizações que estão acontecendo no país e isso me deixa muito feliz. De certo, muitos o fazem por “modismo”, mas mesmo assim isso é maravilhoso, pois é algo útil que está sendo compartilhado, algo que serve de “UP” na motivação dos que estão indo para as ruas, levando seus cartazes e outras maneiras mais variadas de protestar. Alem disso, faz a informação acerca destes protestos chegarem a mais e mais gente no Brasil e no mundo.
E se tem uma coisa que eu sei e deve ser até um clichê é que uma mobilização como essa precisa de mais e mais força. Essa é a condição básica, a coisa mais básica e ao mesmo tempo mais essencial necessária para um protesto, manifestação, revolução, enfim, qualquer coisa do tipo, falo de força, e a força é o povo unido, é mais e mais gente indo às ruas, é mais e mais pessoas gritando juntas em prol de um objetivo comum. Há uma frase bastante conhecida, “A união faz a força”, e ela expressa bem o que é primariamente necessário para se fazer um manifesto, protesto, etc., quer dizer que o povo unido tem força. Por outro lado, o maior problema dos protestos é a falta de força, falta de gente, falta de mobilização. Muitas vezes a apatia das pessoas com certas causas faz que um protesto não seja efetivo.
Posso citar como exemplo alguns casos de vezes que passei horas em um ponto de ônibus esperando o tal ônibus e subi com uma tremenda vontade de espancar o motorista e cobrador (mas depois retomei a consciência e percebi que a culpa não é deles, exceto pelas vezes que eles passavam direto sem parar no ponto), tive vontade de colocar uma bomba atômica no terminal ou na empresa, já tive vontade de comprar uma arma e atirar contra ônibus, furar pneus, tacar fogo, enfim, minha imaginação é fértil e já pensei em diversas coisas. Da mesma maneira, já tive muita raiva quando precisei de outros serviços públicos no meu querido estado sucateado. Pois bem, eu já pensei em abrir a minha boca e protestar, exigir meus direitos, etc. Mas eu me via de mãos atadas, impotente diante daquela situação, pois era só eu ali revoltado a respeito de algo, certamente se fossem várias pessoas a ação contra aquilo que estava a nos revoltar seria mais efetiva, teria um impacto maior. O que estou querendo dizer é que eu estava me sentindo como várias pessoas já se sentiram, desamparadas, não tínhamos companheiros para lutar ao nosso lado.
Um efeito que essa sensação de desamparo causa nas pessoas é, ao mesmo tempo, a sensação de impotência, de falta de poder, de ser ninguém que em contrapartida está abaixo de pessoas que comandam tudo e tudo tem que ser da maneira que estas pessoas bem entender. A posição que você fica é a de alguém que tem que contar com a boa vontade destas pessoas que estão acima de você, tu és alguém a mendigar uma boa ação destas pessoas, os tai governantes.
Nesse momento eu me sinto feliz por sentir que existem pessoas que estão ao meu lado, que podem não me conhecer, mas compartilham deste meu sentimento de revolta, este sentimento de querer colocar esta realidade abaixo, este sentimento de mudar isso, de fazer com que as coisas sejam melhores. Nesse momento eu me orgulho de ver tudo isso acontecendo, tudo isso conforta e dá esperança de que nem tudo está perdido, de que as coisas podem ser diferentes. Eu me sinto representado e quem me representa é o povo que está nas ruas, quem me representa são os brasileiros.

face_06

_______________________

~X~

(Anderson Yankee)

Uma resposta em “#VEMPRARUA – OS BRASILEIROS SE REPRESENTAM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s