VERSOS DE SUBLIMAÇÃO

images

~:::~

Sabe aquela energia que eu tinha quando dizia que você era a única

Era verdadeira

Sabe aquela paixão que transbordava dos meus olhos ao te ver

Aquela paixão era verdadeira

Sabe todo o carinho e vontade de ficar perto de você

Eram bem maiores do que você pensava

Sabe todas as palavras doces e todo aquele esforço em te fazer sorrir

Era somente o que eu queria viver

Sabe… eu e você, nós dois juntos

Era puro, mas não era real

Não era nosso, não era natural

Hoje me dou conta que não era nada seu

Que eu vivi com você um amor de outra

Que eu te tocava, mas não era a sua pele

Que eu te beijava, mas não era a sua boca

Que eu te amava, mas meu amor não era seu

Você só rendeu um posto que já tinha dono

____________________________

~X~

(Anderson Yankee)

2 respostas em “VERSOS DE SUBLIMAÇÃO

  1. Terminada a licença da universidade para que tratasse da saúde, Nietzsche voltou à cátedra. Mas sua voz agora era tão imperceptível que os ouvintes deixaram de freqüentar seus cursos, outrora tão brilhantes. Em 1879, pediu demissão do cargo. Nessa ocasião, iniciou sua grande crítica dos valores, escrevendo Humano, Demasiado Humano; seus amigos não o compreenderam. Rompeu as relações de amizade que o ligavam a Wagner e, ao mesmo tempo, afastou-se da filosofia de Schopenhauer, recusando sua noção de “vontade culpada” e substituindo-a pela de “vontade alegre”; isso lhe parecia necessário para destruir os obstáculos da moral e da metafísica. O homem, dizia Nietzsche, é o criador dos valores, mas esquece sua própria criação e vê neles algo de “transcendente”, de “eterno” e “verdadeiro”, quando os valores não são mais do que algo “humano, demasiado humano”.

  2. Na sublimação, os desejos inconscientes são transformados em uma outra coisa, exprimem-se pela criação de uma outra coisa: as obras de arte, as ciências, a religião, a filosofia, as técnicas, as instituições sociais e as ações políticas. Artistas, místicos, pensadores, escritores, cientistas, líderes políticos satisfazem seus desejos pela sublimação e, portanto, pela realização de obras e pela criação de instituições religiosas, sociais, políticas, etc.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s