VERSOS DE LIBERTAÇÃO

beautiful-eyes1

Naquele momento em que eu te vi
Tive aquela tal costumeira epifania
E me transformei, como de costume, “naquilo”
Naquele tipo de cara que transforma tudo em beleza e melancolia

E quando eu olhei para a lua
Acabei lembrando dos lugares que foram especiais
Quão bonitos e melancólicos são os nossos lugares
Testemunhas de beijos, afagos, longos olhares
Palco dos nossos espetáculos e fantasias reais

E ao olhar para o meu quarto
Vi um mundo e duas vidas
Melancolia e beleza, alegrias e tristezas
Seu trono, minha rainha, sua alteza
Ali vividos o dia mais especial e o momento da despedida

Enfim só, olhei no espelho, virei e pela janela vi o sol
Mais cores, mais vida, liberdade e alegria
Da melancolia fui à paz, da beleza fui…
Chega de agonia
Deixei de ser poeta, agora sou escritor noite e dia
Porém não deixei de caminhar, continuo vendo tudo
Mas sem lua, fora do quarto, nada de epifania

______________________________

~X~

(Anderson Yankee)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s