VERSOS DE DESAPEGO

caminhos_diferentes[2]

O que te falo é de maneira deliberada
Segue sem hesitação!
Virai e não cessai a tua caminhada
Faz com que se perca de vista o teu trem que está a sair da estação
Segue esta porta que te indico de uma vez
Aquela porta branca que mal se enxerga
A porta da coruja de minerva
Da sensatez
Mira um horizonte ensolarado
Não parai por adversidades ou veleidades
Te digo que não me verás caminhar ao teu lado
Apesar de que estarei caminhando ocupado
Caminharei
Mas não por este teu caminho
Mas não para esta tua cidade

__________________________

~X~

(Anderson Yankee)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s