CONHECIMENTO CIENTÍFICO (CIÊNCIA) E SENSO COMUM – POR BRENDA RUANE

Nesta última semana eu solicitei como requisito para obtenção de uma nota para a disciplina de Filosofia, na segunda série do ensino médio, na Escola Estadual Maria Ivone de Oliveira, uma dissertação que tinha como proposta o aluno fazer uma diferenciação entre o conhecimento científico e o senso comum. O texto de uma aluna me chamou atenção pela organização, coerência e levantamento de boas questões, assim como a boa argumentação. Deste modo, com o consentimento da mesma, eu estou publicando o seu texto integral com alguns cometários meus.
_____________________________________________________________________

cha

Pode-se observar no âmbito da Filosofia vários pontos de vista interessantes e argumentos relacionados a opiniões e crenças em que o homem se apóia. Trata-se de diversas ideologias, desde as mais complexas e rigorosas, como o conhecimento científico, até as mais simples e desorganizadas, como o senso comum.
O conhecimento científico se refere a uma análise mais completa de um objeto, sendo necessária uma pesquisa mais ampla sobre determinado objeto/conhecimento. Para se obter um resultado coerente são utilizados, principalmente, dois métodos importantes: o dedutivo (onde são levantadas hipóteses a partir da observação e tenta-se provar ou refutar estas hipóteses) e o indutivo (que estabelece regras gerais a partir da observação de casos particulares de determinados objetos).
Anderson: Vale destacar que o conhecimento cientifico atualmente representa a forma mais segura de conhecimento devido ao fato de fazer experimentações com o seu objeto de estudo na busca pelo conhecimento da totalidade do mesmo, ou seja, o conhecimento cientifico visa conhecer um objeto por completo, nas suas mais variadas manifestações.
Já o senso comum se baseia naquilo que simplesmente “dá certo”. Trata-se de um conhecimento popular que é passado de geração para geração através de relatos “boca a boca”. Ademais, são crenças que são aceitas em um determinado meio social e que se traz resultados positivos “estarão valendo” ou são consideradas verdades.
Anderson: É importante destacar que o senso comum representa um tipo de conhecimento que não exige uma preocupação com a verificação da sua verdade ou falsidade, como a Brenda cita, ele simplesmente é aceito no meio social devido ao fato de proporcionar resultados positivos, por funcionar, bem como no caso do exemplo que ela dará abaixo.
Existem vários exemplos que podem ser citados em relação ao conhecimento científico e ao senso comum. Bem como alguns que podem ser observados:
Conhecimento científico: A teoria do big bang.
Senso comum: Chá de boldo é bom para dor de barriga.
Contudo, entre verdades ou mentiras, crenças incomprovadas, importa saber que sempre houveram e sempre haverá vários pontos de vista, aceitos ou não, com ou sem bons argumentos, pois sempre existirá alguém em busca do conhecimento que nunca acaba, morre.
Anderson: Essa questão com que a Brenda fecha o texto é importante, como ela diz “sempre houveram e haverá vários pontos de vista”. O conhecimento científico e o senso comum são dois tipos de conhecimento bastante presentes no cotidiano das pessoas, mas não são os únicos e nem são considerados verdade de maneira unânime. Outras formas de conhecimento atualmente são também considerados verdade pelas pessoas, como a conhecimento filosófico, o religioso. Na Grécia antiga havia o conhecimento mítico que também era considerado verdade. Então a questão da verdade acaba sendo algo relativo, pois o que conta muito é a crença das pessoas, o que conta, na verdade, é no que as pessoas querem acreditar.
________________________

~X~

Texto: Brenda Ruane de Oliveira
Comentários: Anderson Yankee

Anúncios

2 respostas em “CONHECIMENTO CIENTÍFICO (CIÊNCIA) E SENSO COMUM – POR BRENDA RUANE

  1. Há 2 anos venho estudando Filosofia, porém só agora pude compreendê-la.
    Um bom professor nunca ensina tudo, e sim, deixa que o aluno se torne um ” catalizador de conhecimento “.
    – Aproveito a oportunidade para dizer que admiro muito o seu desemprenho como professor e agradecer pela oportunidade.
    Obrigada.

    Brenda Ruane.

    • Obrigado pelo comentário Brenda. “Um bom professor nunca ensina tudo, e sim, deixa que o aluno se torne um ” catalizador de conhecimento”, concordo plenamente com você. Obrigado também pelo elogio, mas acho que quem merece elogios aqui é você; pelo texto como um todo, pela reflexão, pela coerência. Está de parabéns mesmo.
      É um prazer ter alguém tão dedicado como você como aluna, faz o trabalho valer a pena.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s