Nada demais – Satisfação de Necessidades

Lembro de algumas vezes que, em um show, ou boate, barzinho, praia, festinha, rua mesmo ou até igreja, praticando esporte, no ônibus eu fiquei com uma menina ou alguma menina me ligou e tinha numa destas oportunidades um colega ou amigo meu, n brincadeira (resenha) me perguntou: Bicho, o que é que você faz para pegar tantas meninas? Cara, o que tu tem que essas meninas te ligam tanto? O que tu usa, diz, faz, enfim… É engraçado! O mais engraçado é a impossibilidade de uma resposta segura e de caráter universal para estas perguntas, pois é tudo muito relativo.

Eu, sinceramente, não faço muita coisa não!

Vou tentar responder o que eu faço, ou melhor, o que eu penso para realizar estas proezas sexuais. (rsrsrsrsrs)

Cada caso é um caso, mas existem coisas que a grande maioria das meninas apreciam, e eu procuro possuir estas coisas. Falo de higiene (fundamental), inteligência, beleza, verba, enfim… Coisas deste tipo.

Bom, eu malho pra ter um corpo legal, procuro me vestir bem, com não apenas boas marcas, mas principalmente com roupas que me valorizam, faço um curso numa universidade federal, dou aulas em três escolas, sou bastante extrovertido… Isso não ajuda muito e seria informações para se dar a sua… Esposa, quem sabe!

Eu não sou muito do tipo “tome e tchau”, ou seja, daqueles que pegam e deixam para lá. Eu gosto de conservar os meus “contatos pegatícios-sexuais” (Essa é nova), pois ninguém sabe quando se vai precisar de uma companhia. Eu não me esforço muito para conservar estes contatos, pois já é natural de eu fazer amizades duradouras, deste modo é comum as minhas amigas serem minhas ex-ficantes (que nunca deixam de ser atuais) ou namoradas (que se transformam em ex/atuais- ficantes).

Com isso, não está descartada a hipótese de que eu pegue alguma menina e nem sequer olhe para a cara dela, pelo contrario, isso é muito comum em shows, boates, eventos grandes onde você se joga no lixo e o que acontecer é lucro. Eu tento manter um equilíbrio entre pegar por pegar e pegar para contatar… Mentira, eu não estou nem aí!

Então, deixamos claro que há meninas que eu pego por pegar e quando há oportunidade eu pego o número, email, endereço, enfim, alguma forma de contato. E é nesse tipo de caso que as coisas são mais complexas, pois muitas vezes as meninas se empolgam e querem amarrar você, te colocar cabresto, NAMORAR (aaaaaah), te levar a perdição, tirar o que você tem de mais precioso, a sua liberdade.

A complexidade aqui está em permanecer numa linha segura entre o enjoar de ficar e o namorar. Se por um lado você pode enjoar de ficar com a menina e perder o contato, por outro você pode se apegar à individua e cair nas trevas do relacionamento sério. Assim, tem de se ficar entre estas duas vertentes e para isso tem que saber “cozinhar” a individua (meu Deus, eu vou para o inferno).

Cozinhar uma menina não é tão simples como se pensa. O primeiro passo é conquistar a menina; Para isso eu uso a teoria do preenchimento e da concordância. Essa teoria consiste em suprir necessidades da individua, seja de qual tipo for (sentimental, material, moral) e apoiá-la, ou melhor, escutá-la e fazer comentários que tenham como fim exaltá-la – Não sei por que, mas mulher tem tanta coisa para falar, na maioria das vezes é reclamação ou desejo – dar uma moralzinha é legal para elas.

Esse é o básico, mas também não se deve dispensar um elogio, uma pergunta sobre coisas que ela gosta, uma amostra de interesse, de responsabilidade, de gentileza, de maturidade, de segurança… Enfim, de qualidades que mulheres admiram (para isso tem que conhecê-las um pouco não é?)

De fato, todas as mulheres admiram uma coisa específica nos homens, são raras as exceções (E que não entre nenhuma revoltada aqui e diga que isso é mentira, pois de fato é verdade.). Daí a importância de prestar um pouco de atenção nas meninas que você fica e pretende mantê-las como contato. Conversar um pouco mais além da nossa paciência às vezes vale a pena (meus amores, eu tenho toda paciência do mundo. Falo dos outros homens). Alguns exemplos de algumas características ou ações que as meninas gostam e que eu possuía, ou que elas gostam em mim:

Samara se derrete por inteligência, dança, homens engraçados, mordidas nas coxas…

Wilma adora uma dança sexy na frente dela.

Thaly quer segurança, alguém que a abrace e converse no ouvido.

Bruna tinha tara no meu perfume.

Milly gosta de homens que dá ordens, que comande… Ela adora o papel de submissa (interessante).

Dayanne se derretia por bad boys, ao mesmo tempo sensíveis.

Dani Macário ficava louquinha com poemas e demonstrações de afeto.

Beth quer um companheiro, alguém que lhe apóie.

Dani Brito queria alguém para fazer coisas sem sentido e se derretia quando eu cozinhava para ela.

Suely gostava de testar a minha paciência, mas a recompensa era agradabilíssima.

Renata gosta de homens engraçados e insaciáveis.

Tacyane valoriza o caráter e o bom senso, também adorava quando eu cozinhava.

Tawany o respeito e a atenção.

Polly quer carinho e atitude.

Sara gosta de homens com planos e objetivos.

Maryanna quer ser ouvida.

Lorena admira meu corpo (homens sarados).

Rafaella… É um caso à parte, eu não sei dizer, é complexo.

Taty quer pegada de gente grande.

Enfim, é simplesmente você ser legal dar algo que elas querem ou suprir uma necessidade. Vai uma dica: Meninas que já namoraram são mais vulneráveis, pois em 99% dos casos querem algo que o antigo namorado não possuía, nem tanto por necessidade, mas por que elas se sentem bem com um homem que tenha algo que seu ex-namorado não tinha, mas o prazer ou o bem-estar não se localiza no “para mim” e sim no “contra ele”, ou seja, o que elas querem é de alguma forma abstrata atingir o ex-namorado (pelo menos elas acham que o fazem, mas deixa para lá). O que nos importa aqui é usar isso para o bem masculino. Deste modo, o que temos que fazer é aproveitar a ausência de sentimentos pela garota e conversar com ela sobre o seu antigo namoro (vai por mim, é interessante, geralmente elas exaltam a nós) e discretamente localizar/descobrir qual foi o ponto fraco do cara anterior e investir aí.

Neste caso, a garota ficar encantada é tão certo quanto “Choveu, logo molhou”. Não tem segredo para fazer uma garota se derreter por você, é tudo muito simples. Isso vale para a menina que só vive na rua, para a menina NERD, para a dona de casa, para a menina crente fervoroso, enfim… Onde estiver progesterona pode usar que é “tiro e queda”.

Por fim, vai outra máxima da conquista aí: Mulheres adoram rir, adoram um cara engraçado, sem exceções. Mas cuidado, há distinção entre engraçado e abestalhado, retardado. Então, faça uma mulher rir, é um ótimo primeiro passo.

E o principal vai agora: “Curtir, pegar e não se apegar é bom, ficar é maravilhoso, aventurar-se é ótimo, mas amar de verdade é muito mais delicioso que tudo isso. Amar vale à pena, quando a pessoa vale à pena”. Então, que a curtição seja um degrau para a construção do bem maior que é o amor por este bem maravilhoso dos céus que é a raça feminina.

 ~X~

 

(Anderson Yankee)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s