Loucura

 

 

 

"Pelo que vejo a loucura não é algo negativo, nem tampouco digna de julgamento, pois esta é própria dos loucos e os loucos agem sem consciência do que realmente estão fazendo, assim a loucura é um ato de ordem inconsciente e não pode ser julgado pelo fato de o individuo que realiza o ato não ter autonomia sobre si.

No entanto, não se deve confundir a loucura com atos de má fé, de promiscuidade, de mau caráter, ou seja, a popular “safadeza”, pois esta confusão é muito feita na intenção de livrar-se de alguma acusação ou frustração. Quando se tem autonomia sobre a ação, isto é, a consciência do que se faz e o poder de controlar a situação a loucura não está presente, existe uma intenção de se chegar à mesma, mas na realidade a ação é dotada de sanidade, sanidade esta que é de caráter questionável".

 

 

 

(Andinho Yankee)

Uma resposta em “Loucura

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s