Tempos ~ Rosy Brito

Sara, Samara, Anderson e Renata ~ As cobaias.

 

 

“Tempos”, foi denominada a pesquisa da Psicanalista Rosy Brito para identificar qual dos sentimentos mais comuns, que representam uma oposição, aparece com marca maior em seus filhos. A alegria e a tristeza foram trabalhadas nesta pesquisa que teve como protagonistas os jovens estudantes de psicologia: Anderson, Samara, Renata e Sara.

Para essa pesquisa acontecer teria que acorrer uma determinada situação com os objetos de pesquisa. Esta situação seria a de os jovens estarem passando por uma situação de Tristeza profunda e, simultaneamente, por uma situação de alegria que pudesse gerar vários paradoxos na cabeça dos jovens. Isto é, estarem, por um lado, sofrendo e, por outro lado, estarem passando por um momento de alegria, assim, poder-se-ia perceber qual dos sentimentos se mostraria com mais ênfase.

O objetivo desta pesquisa era conhecer melhor a mente dos seus filhos e saber quais os métodos usados pelos mesmos para superar uma dor, saber se eles se mostrariam ativos ou passivos à dor e assim, conhecendo-os melhor, seria mais fácil diagnosticar um problema futuro e remediá-lo antes de se tornar algo mais complexo.

Para fazer a análise, a psicanalista propôs o seguinte exercício para os objetos de pesquisa:

Ø  Marcar o tempo de cada situação, isto é, contar os dias de tristeza e os dias de alegria [que teriam que acorrer simultaneamente].

Ø  Após acabar-se a contagem, quando as duas situações perdessem o efeito dever-se-ia fazer uma conclusão individual de cada situação apontando o que restou para si, ou seja, qual o produto daquela experiência.

Ø   Após a conclusão individual, o jovem iria comparar as duas situações e fazer uma conclusão conjunta, isto é, o produto das duas situações juntas.

Após este exercício, Rosy Brito iria tirar suas conclusões acerca das emoções dos jovens, vejamos cada caso:

 

1.       Sara: Esta estava sofrendo pela perda do tio que morreu de câncer sem saber, Sara tinha uma enorme afinidade com o mesmo. Ao mesmo tempo estava feliz pela aprovação no vestibular de uma Universidade particular e também pela aprovação de todas as suas irmãs (três irmãs). A tristeza plena pela morte do tio durou cerca de 2 semanas, após este tempo aceitou tranquilamente a morte do tio e parou de se lamentar, foi atribuído a alegria das aprovações sua e dos seus familiares a rápida superação da situação lamentosa.

Rosy Brito concluiu que, apesar de ser rápida a recuperação de Sara, ela tem certa dificuldade em superar situações de dor, se mostra um pouco passiva para combater a dor.

 

2.       Renata: Renata sofria em virtude da não possibilidade da realização de um dos seus grandes sonhos, que é fazer seu mestrado em Portugal, a mesma não pode realizá-lo pelo fato de ter que pagar estágio em Recife durante todo o ano de 2010, assim, não poderia viajar. Ao mesmo tempo estava feliz pelo nascimento de sua irmã Marta.

Renata conseguiu superar sem dificuldades o seu sofrimento em, no máximo, três dias. Isso mostra que a mesma tem grande facilidade em apegar-se a coisas boas e deixar o sofrimento em segundo plano. Este foi o caso mais impressionante devido ao grande número de métodos usados pela mesma para dissipar a sua dor, pode-se dizer que foi um tratamento de choque para dissipar o sofrimento existente. Este caso reflete a consciência de quem é conhecedor da mente humana, jê que Renata, apesar de jovem, já é formada em psicologia.

 

3.       Anderson: Este caso é bastante complexo por envolver diretamente outras pessoas.

Anderson estava sofrendo por um motivo bastante comum em sua vida, as constantes brigas com a namorada por motivos rotineiros e que o causavam imenso sofrimento. Por outro lado tinha iniciado, por acaso, uma nova amizade com uma jovem da faculdade que o mesmo cursa. Por um lado a sua cabeça estava cheia de dor em virtude das brigas e dos desentendimentos com a namorada e por outro lado estava bastante feliz pelo fato de a sua nova amiga estar lhe fazendo um inimaginável bem. Era como uma relação de compensação: palavras ruins por palavras boas, momentos de dor por momentos de alegria, pensamentos de dúvida por sentimentos de certeza, e assim por diante. Esta situação de oposição durou por seis dias.

No fim, a alegria venceu, o sentimento positivo gerado pela amiga superou o sentimento negativo que vinha dos conflitos com a namorada.

Neste caso, chama a atenção também a complexidade de métodos usados por Anderson para superar a sua dor, no final ele conseguiu, junto com a sua nova amiga, fazer um crescimento inversamente proporcional dos sentimentos, isto é, enquanto um crescia o outro diminuía.

Assim, notamos a facilidade de superar situações adversas de Anderson, reflete também a consciência de um conhecedor da mente, na medida do possível.

 

4.       [caso não citado a pedido de Samara]

Samara conseguiu superar a sua dor em quatro dias em virtude dos acontecimentos que se seguem em sua vida e do uso de métodos de sublimação.

Segundo Rosy Brito, Samara tem muita facilidade em usar pequenas coisas como grandes trunfos para a sua felicidade, sem contar com o seu charme.

 

Estes casos serviram para tirar algumas conclusões às quais a misteriosa Rosy Brito não revelou. Apenas nos passou a parte da redação onde ostra as características dos objetos de pesquisa. Então, ficamos na espera de quem sabe um dia ela nos revele a conclusão desta pesquisa… Ou não!

 

 

 

(Samara Nobre / Andinho Yankee)

2 respostas em “Tempos ~ Rosy Brito

  1. Eu amo ser cobaia da Tia Rosy, ela não quer entender o mundo, apenas aqueles que a cercam.Ela é misteriosa, seus métodos de ensino não são comuns, são diferentes e atraentes, eu amo.Dá pra ver nessa pesquisa que o que usamos para nos defender, basicamente, aprendemos com ela…pode até ter sido essa a intençao da pesquisa, saber se assimilamos o conteudo.De qualquer maneira, é uma honra estudar com ela e tambem ter parte dos meus pensamentos no seu blog,visita o meu, lá tem esse texto com o meu caso exposto… oh vida cruel…

  2. Tem razão, concordo com tudo,Imagino também que ela tem a intenção de nos preparar para a vida,nos ensinar a nos defender dos problemas mentais,não morrer de depressão, sei lá…Tia Rosy é extraordinária.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s