Um Filósofo por excelência

~ Ao silêncio ~

 

 

 

"É tocante e leva a reflexão o caso de Lulu,

Viveu-nos E.U. A e Europa na juventude, mas percebeu que aquele modo de viver não condizia com os seus princípios.

Este voltou para o Brasil e comprou um pedaço de chão no interior de Pernambuco, vive lá com sua companheira.

Lulu é um homem magérrimo, simples e consciente!

 

Lulu não tem energia elétrica em casa para não desejar confortos da modernidade,

Lulu não come produtos industrializados, apenas leite e se alimenta do que planta,

Lulu não compra remédios e, apesar de ser só ossos, tem a força e a disposição de um garoto,

Lulu sequer tem potes de mantimentos em casa, não produz lixo.

Lulu, apesar de viver distante do urbanismo, lê todos os jornais que são publicados;

seu amigo da cidade traz toda semana, porém com uma semana de atraso…

Lulu discute política como ninguém e reflete acerca da humanidade como um filósofo nato,

Lulu conhece a morte e tem consciência do que ela representa para o animal e o vegetal;

sabe que é perecível e depende da natureza. Desta ele veio e para esta ele irá voltar.

Sabe que a humanidade está condicionada pelos computadores, baladas, televisores, rádios;

Sabe também que, por isso, não se deve ter pena daqueles que cavam a própria cova sem saber, pois este sentimento não deveria nem existir.

É conhecedor do todo na medida do possível, da organização social à macambira da caatinga…

 

O que chama mais atenção é que:

Lulu cria bodes, vacas, galinhas e porcos… Conhece cada um dos seus animais pelo nome,

sabe o que se passa com cada um só de olhar. Cuida, alimenta, acalenta e, assim,

eles reconhecem o dono. Até quando devaneiam-se na caatinga, sabem a hora de voltar

e pra onde e quem voltar… Pois sabem quem é o seu dono, assim como o dono o reconhecem como tendo uma relação de interdependente para com as crias. Ninguém é mais ou maior, pois o mesmo destino os esperam!

 

 

"Lulu é um dos personages do livro "Algemas da Liberdade" de Enildo Marinho Guedes, reflete a imagem da consciência e da fidelidade a princípios próprios".

 

(Andinho Yankee)

Anúncios

Uma resposta em “Um Filósofo por excelência

  1. Ao ler este livro, tambem me chamou atenção a relação de amizade que Lulu tem com seus animais.Ora, o tão esperto ser humano deveria seguir tambem este exemplo, pelo menos com relação aos seus semelhantes,pois já que convivemos com determinadas pessoas, deveriamos não apenas saber o nome destas,mas sim o que estas precisam e anseiam de nós. Deveriamos sempre estabelecer esta relação de interdependencia, ou melhor só de dependencia… Mas estas palavras tem uma repercusão muito forte para os seres racionais, é tida como algo mau,sempre esta palavra é tratada como sinonimo de fraqueza, de minoridade… Particlarmente, não vejo estado mais belo que ode dependencia, pois assim você joga as suas armas, abre mão de tudo, admite o precisar e abre espaço para receber o que o outro tem para poder completar o que nos falta para tornar-nos fortes. Isso transcende a humanidade. É como fazer de dois um só, ou usar a lógica clássica para determinar o ser.Pode-se ver que Lulu faz isso muito bem com seres que, teoricamente, não precisam disso, pois não demandam o amorcomo os seres humanos… É um ótimo exemplo de dar sem a intenção de receber. Assim, Lulu, se não for um Sophos por excelencia, é um exemplo de humano a ser seguido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s