O mal estar na civilização

Questões propostas pela professora Iara Leão, a qual ministrava no nosso curso  matéria "Pojetos Integradores". As questões são referentes ao livro de Sigmoung Freud "O mal estar na civilização"

 

1º) Por que Freud diz que a felicidade é restringida pela própria condição humana?

         Com o surgimento da civilização o homem passou a ter seus instintos sexuais e destrutivos, reprimidos. Com isso ele de certa maneira deixa de lado as perspectivas de usufruir da felicidade e se apega mais a segurança pela necessidade de sobreviver e conviver com seu objeto sexual, a mulher, pois antes a vida primitiva era de insegurança. Aí o superego aparece com mais intensidade reprimindo o id, mostrando ao homem, segundo as normas estabelecidas pela sociedades, o que é certo e errado. Isso gera o sentimento de remorso ou culpa, caso faça algo bom para si mas inviável para outros, com isso o homem passa a pensar antes de fazer algo por temer a própria consciência. Pode-se dizer que o homem mais busca o não-sofrer do que a própria felicidade, que é algo difícil de se alcançar, por isso ele busca mis evitar o sofrimento.

2º) Comente as técnicas e seus limites utilizadas pelo homem para escapar do sofrimento.

          Nessa tentativa de fugir do sofrimento, o homem desvia para outro objeto o seu desejo, sua atenção, esse ato é denominado sublimação, porém, esse método tem seus limites, pois não é realmente aquele objeto para o qual o desejo foi desviado que é o verdadeiramente desejado então o desejo primeiro pode retornar a consciência. O mais viável seria a assimilação, isto é, suprir o desejo com o objeto desejado. Outros se apegam a religião, que segundo Freud é ilusão, e sabe-se que a ilusão também não é viável, pois se comprovada a sua não veracidade o indivíduo crente também irá angustiar-se. Outros se apegam a entorpecentes, ilícitos, fantasias, que também não é um caminho correto.

 

(Andinho Yankee)

Anúncios

2 respostas em “O mal estar na civilização

  1. É ótimo discutir Freud com você, principalmente a parte da sexualidade… Apesar de discordar com você em alguns pontos, essa é a melhor parte… Espero que nunca concordemos plenamente em tudo!Ah, você escreveu pouco relacionado ao que você sabe, axo que poderia aperfeiçoá-lo em outra oportunidade.

  2. Ainda bem que discordamos, mas nesse ponto eu concordo com você, deveria ter escrito mais, mas acredite que estas palavras seriam o bastante para arrancar um dez da tia Iara… (9,5)… Enganei-me.ai, ai… Adoro discutir com você, é ótimo discutir com quem sabe, pois discutir é uma arte, argumentar é pura arte…Nesse ponto você é uma artista e discutir contigo traz a emoção de um pintor quando pinta uma tela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s